Adonis K.

Jangadeira


Já no recomeço partiu-se em mim
uma palavra,
desfez-se a nuvem de fumaça
e olhei para ti,
sem pensar,
por vários motivos.
Já sabíamos que a jangada
e o vento e as correntes do mar
nos aguardavam.
Iríamos,
formatos múltiplos,
multiplicados,
navegar.
Por aqueles dias,
entre noites de espanto,
estrelas sedentas,
avançaríamos.
Ondas vagas,
bravas,
imensos cardumes,
corais.
O sal,
o tempero,
o sol,
o novelo
deste nosso estranho desejo
de morte
e de amar.



Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s